sexta - 23 de agosto de 2019
Política
Lucas Gonçalves / 10 de dezembro de 2018

ALCE aprova projeto de Capitão Wagner que cria centros de treinamento de cães-guia

A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou nesta quinta-feira, 6 de dezembro de 2018, o Projeto de Indicação 27/17, de autoria do deputado estadual Capitão Wagner, que cria centros de treinamento de cães-guia do Estado do Ceará.

De acordo com o parlamentar, o projeto, proposto pela Associação de Mulheres Especiais (AME), considerou que na população brasileira há 7,3 milhões de pessoas com deficiência visual, de acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde de 2013, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Dessas, 1,2 milhões têm limitações severas e 95% estão sem acesso a serviços de reabilitação.

Capitão Wagner destaca que os centros de treinamento deverão ter centro de convivência que disponha de sala de estar social, lavabos, sala de estudos, sala de refeições, cozinha, lavanderia e cômodos para hospedar os deficientes visuais e os alunos que vão fazer o curso; salas de aula; clínica veterinária; pista de treinamentos; canil; área para a higienização dos cães e espaço de adoção, para abrigar os cães que não se adéquem para a função de cão-guia até serem doados.

O Ministério da Educação pretende implantar nos Institutos Federais de todas as regiões do País centros de formação de treinadores de cães-guia. Agora os institutos federais de Sergipe (São Cristóvão), do Amazonas (Manaus), do Ceará (Limoeiro do Norte), Goiano (Urutaí) e do Sul de Minas Gerais (Muzambinho) passam pelo processo de implantação de unidades. Em cada um desses campi, os centros terão alojamento, canil, maternidade, clínica veterinária e pista de treinamento.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Lucas Gonçalves

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Cariri.

SITE NOTÍCIAS - 2019 - Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por UP Marketing Digital